Social

Voluntários se unem para construir quarto para menina que luta contra câncer em Santa Rita

07 Mai 2019
811

Nada de boneca, celular, computador ou sandália nova. O pedido da pequena Catarina Vitória Parminondi, de 12 anos, moradora de Santa Rita D'Oeste (SP), sempre foi poder dormir sozinha em um quarto, sem precisar dividir com os três irmãos.

Já que a família dela não tem condições de realizar o sonho, o comerciante Elder Mansueli, de Jales (SP), arregaçou as mangas e conseguiu voluntários para construir o cômodo.

“Eu conheci a Catarina em uma loja em um dia de semana normal. Ela queria comprar um carrinho, mas o pai não tinha dinheiro. Então, eu fui na loja e comprei para ela. Ela me agradeceu e me contou que tinha o sonho de ter um quartinho só para ela”, diz Elder Mansueli.

Depois de descobrir a vontade da menina, Elder percorreu os comércios da cidade pedindo doações de materiais.

“Eu falei com diversos empresários. Cada um me dizia que podia ajudar com alguma coisa e estamos conseguindo realizar o sonho dela”, conta o comerciante.

Voluntários se reúnem para construir quarto para menina que luta contra câncer

Catarina luta contra o câncer há seis anos. O câncer começou no nariz, quando um dia ela estava brincando com a mãe e ela percebeu um caroço dentro do nariz.

Ele foi crescendo, fizeram cirurgia, e a biópsia apontou para o câncer. Do nariz ele foi para o rim, depois para o joelho.

Quem doou todos os móveis que serão instalados no novo cômodo da casa que está sendo construído há quatro meses foi o empresário Júlio Cortes Cervantes.

“É muito gratificante poder realizar o sonho de uma pessoa. Ainda mais de uma criança que está passando pelas dificuldades de saúde”, conta Júlio.

Já a esteticista Kátia Bueno, por exemplo, ajudou na compra dos materiais de construção e diz estar muito feliz em poder ajudá-la.

“A recompensa vem de todas as formas. Eu faço para ela aquilo que posso e alguém faz por mim. É uma corrente do bem”, afirma.

Outro voluntário que está colocando a mão na massa para realizar o sonho de Catarina é o pedreiro Luiz Aguiar, que exerce a profissão há 30 anos.

“Estou me sentindo muito feliz em poder ajudar uma menina com uma história tão bonita e que precisa muito de apoio”, diz.

A expectativa de todos é que dentro de algumas semanas, a Catarina já possa dormir no novo quarto.

“Eu queria agradecer todas pessoas que estão me ajudando. Desejo que Deus os abençoe e que eles recebam tudo em troca”, afirma Catarina Mendes de Souza.

AME Santa Fé do Sul faz parte do Corujão da Saúde
Edital de Processo Seletivo de Monitor Voluntário `Programa Mais Alfebetização`