Geral

Sem manutenção, Ponte Rodoferroviária oferece risco aos usuários

11 Fev 2019

Inaugurada a mais de 20 anos, a Ponte Rodoferroviária sobre o Rio Paraná, continua sofrendo com a falta de manutenção. Após um investimento de mais de R$ 800 milhões pelo governo federal e de São Paulo, a ponte está abandonada com frequentes buracos e falta de iluminação.

O governo do Estado do Mato Grosso do Sul assumiu a manutenção da ponte rodoferroviária desde 2014, quando o governo federal delegou ao Estado a exploração do trecho da rodovia BR-158, que passa pela ponte.

Frequentemente nas redes sociais usuários tem alertado para os riscos oferecidos pela falta de manutenção. Nossa reportagem também recebe reclamações de usuários que utilizam da ponte diariamente.

A foto acima foi enviada a nossa redação por um desses usuários, segundo ele, a luminária esta pendurada neste poste há vários dias, podendo a qualquer momento cair sobre um veículo e provocar um grave acidente, sentido Santa Fé do Sul a Aparecida do Taboado.

Com extensão total de 3.700 metros, a ponte inaugurada em 29 de maio de 1.998 possui quatro faixas de rolamentos para veículos rodoviários na parte superior, duas em cada sentido ligam as rodovias Euclides da Cunha e BR-158, sendo importante ligação entre as Regiões Sudeste e Centro-Oeste.





Dois pescadores morreram após barco virar durante ventania em Santa Clara
Médica sofre tentativa de extorsão após ter computador invadido