Cidades

Polícia e Elektro identificam 122 `Gatos de Energia` em Jales

30 Jan 2019
62

Em operações conjuntas com Polícia Civil, a Elektro, distribuidora do Grupo Neoenergia, recuperou em Jales, 2.1 milhões de KWh (quilowatt hora), energia suficiente para abastecer o município de Urania, com 9 mil habitantes, por 45 dias.

No município foram identificados 122 casos de irregularidades em empresas, comércios e residências no Centro e nos bairros Jardim do Bosque, Santo Expedito e Jardim Zaffani.

A boa notícia é que, pelo menos nesse quesito – os “gatos” – nós estamos ganhando de Fernandópolis. Por lá, a ação da Polícia Civil e da Elektro descobriu 105 ligações elétricas irregulares, num total de 2 milhões de KWh.

Fazer “gato” de energia elétrica é considerado um crime de furto, segundo a legislação penal brasileira. O artigo 155 do Código Penal caracteriza o furto como “subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel”.

Em seguida, o parágrafo terceiro define que “equipara-se à coisa móvel a energia elétrica ou qualquer outra que tenha valor econômico”. A pena para esse tipo de crime é a mesma do furto simples, isto é, de 1 a 4 anos, mais pagamento de multa.   Cardosinho


Prefeituras oferecem concursos com salário de até R$ 11 mil
Jovem é preso após filmar casal fazendo sexo em Fernandópolis