Saúde

Órgãos de menino morto pela própria mãe são doados

19 Dez 2018
119

Órgãos de Diogo Lima Moreira, de 5 anos, morto após sofrer traumatismo craniano foram retidos por equipes médicas do Hospital de Base, na manhã de terça-feira (18), para doação. A mãe da criança autorizou a doação dos órgãos momentos antes de ser presa.

Segundo o Hospital de Base, foram retirados fígado, córneas e rins. O fígado foi enviado para o Hospital das Clínicas em São Paulo, na manhã de terça-feira. O velório de Diogo teve início às 18h30, no Cemitério Municipal de Valentim Gentil.

A mãe, Stefhany Oliveira Lima, foi presa após afirmar ter agredido o menino. A confissão aconteceu ainda no Hospital de Base. Stefhany foi encaminhada para a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Votuporanga, onde foi ouvida pelo delegado que investiga o caso, Dovairdes Carmona Cogo. “A confissão foi espontânea, ele disse que o menino chutou o cachorro de estimação e, com isso, pegou o menino pelos braços e começou a agredi-lo. Durante a situação ela afirmou que bateu várias vezes a cabeça da criança contra a parede e quando percebeu que o menino desmaiou foi pedir socorro”, contou o delegado.

Stefhany Oliveira Lima está presa na Cadeia Pública de Nhandeara, segundo o delegado o caso continua sob investigação. “Ainda vamos ouvir o pai da criança, segundo Stefhany, no momento das agressões estava apenas ela e a criança na residência, mas vamos investigar”.

Segundo a Prefeitura de Valentim Gentil, a mulher que trabalha em um berçário da cidade está afastada do cargo até a conclusão das investigações.


Mãe encontra escorpião em pediatria do Hospital de Ilha Solteira
Carro de Santa Fé pega fogo na Euclides da Cunha em Urânia