Polícia

Morte de PM teria sido motivada por desaprovação de namoro com sobrinha do suspeito do crime, diz polícia

03 Fev 2019
72

A morte do policial militar de Guararapes (SP) teria sido motivada pela desaprovação do relacionamento entre a vítima e a sobrinha do suspeito do crime, uma jovem de 22 anos, segundo a Polícia Civil.

Wilson Gomes, de 54 anos, foi encontrado morto dentro de um carro na área rural de Guararapes, na manhã de quinta-feira (31). A jovem que estava com a vítima conseguiu fugir e pedir ajuda.

Em entrevista ao G1, o delegado Ronaldo Jacob disse que a polícia tem mais 10 dias para investigação e conclusão do inquérito.

"A motivação inicial, pelo que levantamos, seria a desaprovação do relacionamento entre a jovem e o PM. Por enquanto apenas o tio da jovem foi preso. Na versão inicial a jovem fala em dois suspeitos que praticaram o crime, mas na versão final ela não cita outra pessoa", diz o delegado.

Segundo a polícia, a mulher contou que dois homens chegaram armados em uma moto e exigiram que a vítima dirigisse até um canavial, onde levou pelo menos quatro tiros. O tio da namorada do PM foi preso na tarde desta quinta-feira. Ele é suspeito de atirar no policial.

Wilson Gomes trabalhou na Polícia Militar de Guararapes e atualmente atuava na Força Nacional. O corpo dele foi enterrado ainda nesta quinta-feira em Guararapes.


Temporal causa estragos no cemitério e no pronto-socorro
Menina faz picolé de ração para refrescar calor dos cães em casa