Justiça

​Jovem é condenada a 40 anos de prisão por torturar, abusar e matar filha

05 Abr 2019
66

A jovem Aline de Souza, de 21 anos, foi condenada a 40 anos de prisão em regime fechado por torturar, abusar sexualmente e matar a filha, de apenas um ano e quatro meses.

O crime aconteceu em São José do Rio Preto (SP), em março de 2017. Na época, a mãe chegou a procurar uma unidade de saúde dizendo que a filha, Emanuella Maria de Souza, havia caído, porém os médicos constataram que ela havia sido maltratada.

Durante o júri popular, ocorrido no Fórum de Rio Preto, Aline foi fria e negou que queria matar a filha, dizendo que estava confusa e com ciúmes da criança.

A defesa tentou convencer os jurados, dizendo que Aline foi criada em um lar sem estrutura. Não foi suficiente. Em menos de 10 minutos, os jurados votaram pela condenação dela por homicídio triplamente qualificado por matar a vítima por motivo fútil e sem chances de se defender.

Aline já estava presa na Penitenciária de Tremembé (SP) e, após o júri, voltou para a unidade para cumprir a pena




Circuito Sesc de Artes chega em Santa Fé do Sul na próxima sexta-feira (12)
No próximo dia 10 de abril inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza