Geral

Homem que não aceitava fim de relacionamento queima ex-mulher e filhos

23 Abr 2019
765

Tchaikovsky Mourão não aceitava o fim do seu relacionamento e ateou fogo na ex-mulher e nos dois filhos e após o crime cometeu suicídio. As vítimas tiveram mais de oitenta por cento do corpo queimado e permanecem internadas em estado grave. O crime aconteceu em Belo Horizonte.

Segundo a polícia, era madrugada quando Mourão rendeu a ex-esposa, Élida Maria Seabra, de 57 anos, e os dois filhos dela, de 23 e 24 anos. O homem prendeu os três em um quarto, jogou gasolina e ateou fogo neles. Ao tentar fugir para pedir socorro, as vítimas também foram baleadas. O agressor, então, voltou para a casa e se matou.

De acordo com testemunhas, o casal estava em processo de separação há um mês, mas o homem não aceitava o fim do relacionamento.

O agressor era descendente de russos e colecionador de armas. Na casa dele, os policiais encontraram um arsenal.



Ladrões furtam mais de 1,4 mil metros de fios em ciclovia da região
Preço do etanol sobe e litro chega a custar até R$ 3,15 no noroeste paulista