Polícia

Aposentado mata ex-genro com dois tiros

05 Out 2018
197

Um pintor de 45 anos morreu no final da manhã desta quinta-feira (04), em Araçatuba, após ser baleado pelo ex-sogro. Um funcionário público estadual aposentado, que teria cometido o crime para defender a “honra da família”, segundo a Polícia Familiar.

Identificado como Júnio Gilberto de Vicente, o homem, que foi atingido por dois tiros na barriga, teria chegado à casa da ex-mulher no instante em que ela conversava com o pai, na sala. Ela relatou à PM que o ex-companheiro estava bastante alterado e que passou a agredir verbalmente.

Com medo, a mulher disse que foi para os fundos do imóvel e que deixou o pai e o ex-marido no loval. Pouco tempo depois, segundo registro policial, o pintor foi baleado pelo ex-sogro. Ele saiu do imóvel e caiu na calçada, de onde foi socorrido por uma unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros.

Levado para a Santa Casa, o pintor não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O aposentado, apontado como responsável pelo crime, fugiu e até o momento não foi localizado pela Polícia.

O descontentamento com a separação, pedida pela ex-mulher, já teria levado o pintor à prisão. Ele foi solto com a obrigação de cumprir pena em domicílio, o que não foi cumprido. Após a separação, Júnio teria feito constantes ameaças à ex-companheira.

Com imagem e informações do sbtinterior.com e Regional Press.

Estão abertas inscrições para IPTU Verde
Acidente com ônibus e carreta em rodovia deixa dez feridos de Ilha Solteira